sexta-feira, 21 de maio de 2010

pra ver Lisboa



essa é direto do túnel pra ela

3 comentários:

Maya Redin disse...

era essa a cor da cidade... tom rosado-amarelado. lembro muito, lembro de como era diagonal a descida do sol, e isso me transformava em ruiva nos fins de tarde!
saudades.
brigada pelo instante.

júlia disse...

exatas essas as cores, pra mim também, mais quando eu estava longe. o rosa é entorpecente. e agora também tem um azul-céu e o branco dos pavimentos.

edu disse...

julita, sei que esse vaso que gira é poesia, sei que não, sei que sim. estive aqui. passiei. gostei de tudo. da língua que sae da tua boca, vira fala e nos fala. coisas bonitas. ai, fiquei assim meio vasinho girando ... agora estou sinkevisque na sua lista. vc está favorita nos favoritos do meu pc. criei lirismo violento, tá lá no FB. aqui sou lírico de outrem, vc sabe de quem. parabéns. vi Lisboa por meio de teus olhos, rodando no vasinho de varanda ... a poesia, em vc, anda. bjos.

 

Free Blog Counter