quinta-feira, 2 de maio de 2013

desejo cegado

nenhuma leitura soube
me ensinar a ler
as próprias mãos

"tornei o mar meu espelho"
disse o sol
pra explicar a minha vida

a luz era tanta
vinha vindo branca
splash! fez. E arrebentou.

2 comentários:

Queiroz disse...

não sei tecer comentários, mas isso foi tão belo.

Guilherme Agostini Cruz disse...

obrigado.

 

Free Blog Counter